As metodologias ágeis estão a converter-se num motor de mudança nas organizações; o que começou com o desenvolvimento de software, expandiu-se a distintas áreas das empresas até chegar ao departamento de Recursos Humanos.

 

A área de Gestão de Pessoas está a começar a utilizar a transformação digital nos seus processos de recrutamento. O Agile Recruiting veio trazer um novo fôlego aos tradicionais processos de recrutamento, imprimindo-lhe novas etapas que permitem testar os candidatos à vaga numa vertente mais prática e realista.

Devemos começar por definir como processo de recrutamento o processo de identificar e atrair para a organização os melhores talentos. O Agile Recruiting é uma metodologia de trabalho que durante esta etapa ajudará o departamento de Recursos Humanos a ser mais eficiente em todas as etapas do processo, através da utilização de testes de análise comportamental, testes de componente ténica, contatos diretos com a futura equipa de trabalho e liderança, simulações de situações reais do futuro quotidiano de trabalho, entre outras etapas.

Em última análise, o Agile Recruiting significa trabalhar com mais eficiência minimizando os erros: esta metodologia permite contratar melhor e mais rápido.

Algumas caraterísticas importantes desta nova metodologia de Recrutamento:

 

1. Aposta pela diversidade. Contratar pessoas diversas, seja quanto a religião, etnia, género, idade, sexualidade, incapacidades, formação académica ou ideológica, nutre-nos através das suas diferentes opiniões e perspetivas. É sempre positivo trabalhar e estabelecer vínculos com pessoas diferentes.

2. Impõe a marca pessoal. Ser ativo nas redes sociais ou nas bolsas de trabalho é ter HR Agile Mindset. Ter sempre pronta uma carteira de candidatos que nos interessem é crucial.

3. Recruta pessoas apaixonadas. Contratar gente que sonhe trabalhar na tua organização e que se visualize na mesma é fundamental para maximizar o sucesso neste processo, pelo que é importante indagar ao candidato para saber o que o levou a nos enviar o seu currículo.

4. Atitude antes que habilidade. É sempre melhor contratar alguém que tenha a atitude e depois facilitar a formação para criar a habilidade que necessite. Lembra-te que se uma pessoa possui experiência, mas carece de atitude, corre-se o risco de que não encaixe na equipa ou que não tenha disposição para aprender coisas novas no futuro.

5. Mantém a cultura de valores. É importante contratar pessoas que se alinhem com os valores atuais da empresa que se entende que os líderes incutiram a toda a organização.

6. Envolve a tua equipa no processo. É importante que os colaboradores da equipa sejam parte da decisão, já que este novo integrante formará parte do grupo de trabalho atual. Isto é trabalhar de forma colaborativa e demonstra que todas as opiniões são importantes.

7. Testa situações da vida real de trabalho com o candidato à vaga. Mas acima de tudo, devem ser analisadas e avaliadas as capacidades de interação pessoal, relacionamento com a liderança e capacidade de trabalho em equipa, estas são pedras de toque no processo de recrutamento ágil.

 

Se a sua organização ainda não implementou metodologias ágeis, uma boa forma de começar a transformar o mindset é começar a utilizá-las desde o processo de recrutamento.